F R A S E

SÃO OS COMUNISTAS OS QUE PENSAM COMO OS CRISTÃOS” - Papa Francisco

sábado, 31 de dezembro de 2011

28 dados sobre Cuba ignorados pelo Jornal Nacional e seus papagaios


É com muita satisfação que encerro as postagens deste ano com o providencial texto de Omar Pérez Solomon, abaixo, traduzido por Robson Luiz Ceron, postado originariamente nos sítios Solídários & Síntese Cubana, e para aqui extraídos de Pragmatismo Político.
Feliz 2012! Com saúde, paz e boas lutas!

28 dados que mostram a força de Cuba, mas propositalmente dispensados pela imprensa hegemônica

"Como já dissera o escritor e jornalista uruguaio, Eduardo Galeano, quando se trata de Cuba, a grande imprensa, 'aplica uma lupa enorme que amplia tudo o que ocorre, sempre que há interesses dos inimigos, chamando a atenção para o que acontece na Revolução, enquanto a lupa distrai e deixa de mostrar outras coisas importantes'.

Entre essas coisas importantes, que não são apontadas pelas lupas, chamo a atenção para 28 dados, que mostram a força de Cuba, na véspera de seu aniversário de 53 anos.


quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Brasil: a 6ª economia mundial. Hein?




Ainda nas primeiras horas de ontem, 26, soube do extraordinário fato. O meu país, cujas desigualdades sociais vêm se reduzindo “como nunca antes”, cujo crescimento se mantém a despeito das maiores crises econômicas mundiais desde 1929, que reduziu a miséria a níveis “nunca antes vistos” (e que pretende exterminá-la), que inseriu milhões de pobres na classe média, que elegeu presidente, por duas vezes, um ex-operário que não gosta de ler (mas que sabe ler a alma e as necessidades de seu povo, como poucos), e que fez uma mulher o seu sucessor (ambos maciçamente aprovados pelo eleitorado), que vem apresentando, nos últimos 09 anos, os melhores índices econômicos e sociais da nossa história, e que resgatou a auto-estima da imensa maioria do povo brasileiro havia ultrapassado o Reino Unido e se tornado a 6ª maior economia mundial.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Transparência e mau-olhado


Por Nirlando Beirão, em Carta Capital
A se tomar cultura no sentido amplo que lhe dão os antropólogos – o conjunto de representações simbólicas com as quais se identifica determinado grupo – o câncer do Lula é o acontecimento cultural do Brasil em 2011. Nunca antes neste País uma doença teve o condão de revelar tantos significados emblemáticos e tantas patologias sociais.
Subjacente ao drama pessoal do ex-torneiro mecânico tornado presidente da República reavivam-se crendices, mitos, a mesma intolerância, a mesma intransigência que vêm espreitando cada ato da longa trajetória política de Lula, fazendo borbulhar no caldeirão das mentalidades, elas, sim, -doentias, um vingativo contentamento – como se, da mesma forma como ocorre em certos crimes hediondos, a culpa pudesse ser da vítima.

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

PIB do Brasil ultrapassa o do Reino Unido

Pois não é que o Brasil, do governo Dilma, é agora o 6º PIB do mundo?!

Mais: foi o primeiro país fora da Europa a ultrapassar o PIB do Reino Unido.

A informação está lá, nos jornais britânicos. É só conferir.

Fico imaginando se fosse no governo do desemprego e da Privataria Tucana...

Mídia decide pela não-existência do livro

Por Washington Araújo, no Observatório da Imprensa

É de causar espanto a desfaçatez com que a informação, que deveria fluir livremente – e por todos os poros –, tem que atravessar um imenso deserto midiático para conseguir chegar ao receptor final. E o quem é o receptor final? Oras, é o seu José Silva, professor aposentado, ou Maria das Dores, a estudante que se prepara para fazer concurso público, ou Alexandre Santos, o desempregado em mais uma das intermináveis filas do banco. Enfim, o receptor final é qualquer quer cidadão ou cidadã, qualquer pessoa que tenha – ainda – o hábito de ler jornal.

O caminho da informação só não é completo para as pessoas comuns: para os do andar de cima, para os que se sentem o ornamento maior da importância social, os tais formadores de opinião e os engravatados da imprensa, a informação sempre esteve ali, clara, fácil de acessar, recebida em tablets e em “celulares espertos” (smartphones). É nesse contexto de perplexidade profissional e incredulidade mental que acompanho o lançamento do livro mais ignorado em terra brasilis desde o seu descobrimento, no distante 1500. Claro que me refiro ao Privataria Tucana, do colega Amaury Ribeiro Jr., publicado pelo selo editorial Geração Editorial, de meu amigo Luiz Fernando Emediato e, para completar a informação, lançado exatamente no dia 9 de dezembro, esse dia escolhido pelas Nações Unidas para ser o Dia Mundial Contra a Corrupção.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

CPI da Privataria Tucana - Dep Federais/AL que assinaram a lista (e que não)


Nesta data foi dada entrada na Câmara dos Deputados, por iniciativa do Deputado Federal pelo PCdoB, Protógenes Queiroz, proposição de abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito com vistas à apuração das denúncias constantes do livro "A Privataria Tucana", do jornalista Amaury Ribeiro Jr.

Colhidas e conferidas, a lista é composta pela assinatura de 185 deputados federais, 14 a mais do que o necessário.

Dos 09 deputados federais por Alagoas, apenas 03 a assinaram. São eles:

GIVALDO CARIMBÃO - PSB
MAURÍCIO QUINTELLA LESSA - PR
RENAN FILHO - PMDB

Não a assinaram (logo, são contra a criação da CPI da Privataria Tucana):

BENEDITO DE LIRA - PP
CARLOS ALBERTO CANUTO - PSC
ANTÔNIO CARLOS CHAMARIZ - PTB
FRANCISCO TENÓRIO - PMN
AUGUSTO FARIAS - PTB
JOAQUIM BELTRÃO - PMDB
OLAVO CALHEIROS - PMDB

É,... Mais de 2/3 dos nossos ilustres Deputados Federais não querem saber de investigar a meladeira! Dá-lhe Alagoas!


sábado, 17 de dezembro de 2011

O livro e a imprensa grande


Nada como uma imprensa rigorosamente livre, até praticamente irresponsável no exercício dessa liberdade, para investigar os desmandos praticados à surdina na administração pública, notadamente aqueles patrocinados pelos políticos brasileiros. Aliás, somos cracks (ops, craques) no chamado jornalismo investigativo. Daí que quando se fala em definir alguma regulamentação para a liberdade de imprensa, sou contra. Afinal, embora essa regulação exista nos países mais avançados do mundo (inclusive no idolatrado EUA), para que regular aqui, onde há um primor de imparcialidade e honestidade?

Veja-se, por exemplo, o caso do ex-ministro Orlando Silva. O negro, nordestino e comunista Orlando foi defenestrado do Ministério dos Esportes porque um policial militar resolveu vomitar tudo o que sabia (sabia?) a respeito de certas falcatruas atribuídas ao referido baiano.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

A Privataria Tucana - O vídeo da década - Por Amaury Ribeiro Jr. - Parte 1

Privataria Tucana - O maior escândalo de corrupção da história do Brasil


Por LEN, no Ponto&Contraponto
http://pontoecontraponto.com.br
Os processos de privatização ocorridos no governo FHC, sobretudo os das teles, sempre foram contestados. Favorecimentos de concorrentes por parte dos tucanos, utilizando fundos de pensões aparelhados, foram revelados com os grampos “fogo amigo” do BNDES, mas, até hoje, quase quinze anos depois, não se sabia ao certo qual a forma de retribuição dos corruptores aos corrompidos. Com um Procurador-Geral da República disposto a engavetar todas as denúncias contra o governo e a imprensa no bolso, a impunidade estava garantida.
O livro do Amaury Ribeiro Junior, “Privataria Tucana”, vem revelar o modus operandi do que já pode ser considerado o maior escândalo de corrupção da história do país, que envolve o governo federal, grandes corporações financeiras e a imprensa com a prática de crimes de corrupção ativa e passiva, favorecimento ilegal, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, enriquecimento ilícito e invasão de privacidade, associado a desvio de dezenas de bilhões dos cofres públicos.