F R A S E

SÃO OS COMUNISTAS OS QUE PENSAM COMO OS CRISTÃOS” - Papa Francisco

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Prisão para Lula e Dilma!*

*Tb pub na GAZETA DE ALAGOAS e nos sitio Pragmatismo Político

Lula está sob investigação. “Descobriram” que é dono de um sítio mequetrefe em Atibaia, um triplex de classe média média no Guarujá, uma canoa de lata e de um pedalinho. Destes últimos há provas (e confissão!). Dos imóveis, nenhuma. Ao contrário. Há fortes indícios de que o sítio foi emprestado por endinheirado amigo de longa data, que para deleite de seus algozes é proprietário de empresa envolvida na Lava Jato. Do apartamento há documentos que provam dele não ser dono. Nada há mais. Queiram ou não os golpistas fascistas que lhe têm ódio superlativo.

Dilma não está. De crime nenhum é acusada. Defendem seus algozes que as famosas “pedaladas fiscais” tipificariam crime de responsabilidade. Eles são golpistas. Muitos, corruptos de carteirinha. Tá explicado.

Em um Estado Democrático de Direito seriam inocentes. Afinal, segundo a Constituição, todos somos inocentes até prova em contrário. Lula e Dilma, como iguais a qualquer brasileiro, mas muito mais importantes para o país do que os que os querem presos e desmoralizados, com mais razão. Mas não mais estamos num EDD. E não estando, devem ser encarcerados. Mas por outras razões. A seguir, algumas:

Em primeiríssimo lugar, porque, segundo a ONU, retiraram o Brasil do Mapa da Fome (em pouco mais de 12 anos), pela primeira vez em sua história (então de 513 anos),. Sim, esses dois criminosos tiraram da miséria cerca de 37 milhões de brasileiros (IPEA). O investimento público per capita em educação, saúde, previdência, seguro desemprego e assistência social cresceu cerca de 80% desde 2003.

Merecem a masmorra, também, porque criaram o Programa Minha Casa Minha Vida: cerca de 3,5 milhões de imóveis contratados; benefício para quase 7 milhões de famílias (um Rio de Janeiro). O maior programa habitacional da história do país e o maior do mundo. Pra variar.

Com a criação do PAC (outro crime abominável), construíram R$ 1,3 trilhão em obras (rodovias, ferrovias, portos, aeroportos, hidrelétricas e refinarias). As estatais, um câncer para os governos anteriores, investiram cerca de R$ 114 bilhões (até 2003 era de R$ 37 bilhões).

Para mater a saúde da economia, o país conta com mais de 350 bilhões de dólares em reservas internacionais — no último ano de falência, 2002, tinha menos de 38 bilhões.

Bem, esses são alguns dos vários crimes hediondos praticados por esses dois facínoras, que me impulsionam a pedir a sua prisão. A mais longa que os brasileiros, pelo voto, lhes concederem. No Palácio do Planalto.

Nenhum comentário: